Mercado de Ensino da Odontologia cresce, apesar da pandemia da Covid-19


Na contramão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que afetou o funcionamento de serviços no mundo inteiro, alguns segmentos registraram crescimento durante a crise sanitária. Com o fechamento de restaurantes, o número de pedidos de delivery aumentou 59% só em abril, segundo a revista Exame. A oferta de cursos e capacitações virtuais, a produção de máscaras caseiras e serviços relacionados ao teletrabalho, como venda de mobílias adaptadas ou salas on-line para videoconferências, também foram catapultados. E a realidade ainda se encaixa na indústria odontológica.

comentamos em nosso blog que, segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), 82% de 40 mil profissionais entrevistados continuaram exercendo a profissão durante a crise. Além disso, apesar da pandemia, o mercado odontológico mundial mantém o crescimento médio anual desde 2018 em 5,59%. Os dados são da companhia irlandesa Research and Markets, que acredita que a Odontologia irá movimentar cerca de 35,7 bilhões de dólares em 2023. No Brasil, país com cerca de 330 mil cirurgiões-dentistas, espera-se um cenário de econômico superior à média mundial, já que nove entre 10 brasileiros entendem que é necessário cuidar da saúde bucal com profissional especializado e de forma recorrente.

A indústria de ensino não fica de fora do crescimento. O Instituto Odontológico das Américas (Rede IOA), maior rede de ensino em Odontologia do país, segue pensando em novas unidades e firmando parcerias para expandir o acesso de profissionais a novos conhecimentos. O objetivo é proporcionar cursos de pós-graduação, especialização e imersão nas mais variadas áreas, com professores e speakers renomados mundialmente. 

Expansão para Europa 

Como indicador da efervescência desse mercado, na contramão da crise mundial, a Rede IOA inaugurou recentemente sua primeira unidade na Europa. O IOA Oralplan fica na cidade de Caldas da Rainha, a 100 quilômetros de Lisboa. A estrutura conta com 13 consultórios, espaço para transmissão de cirurgias ao vivo e laboratório digital interno do Grupo Oralplan. Lá, serão ofertadas cerca de 20 formações nas mais variadas áreas da Odontologia, principalmente Prótese Dentária moderna e vanguardista. 

“Hoje vivemos num universo híbrido e estamos preparados para conduzir todos os profissionais à adaptação e transição do mundo analógico para o digital”, comentou Dr. Cassis Clay, diretor clínico e sócio do Grupo Oralplan.

A unidade IOA Oralplan já recebe alunos. Todos respeitam as recomendações dos órgãos de saúde, como distanciamento de 1,5 m entre as pessoas, uso obrigatório de máscara e a álcool-gel.

E-book sobre gestão de crise

Em abril, a Rede IOA  lançou um e-book com diretrizes para enfrentamento da Covid-19 para orientar suas unidades com a crise econômica alastrada pela doença. Entre os temas abordados estão negociação com fornecedores de materiais, linhas de créditos, questões sobre impostos e contribuição. O instituto também reforça sempre a necessidade de cuidados coletivos de saúde.


Comentários