"Profissionais devem apaixonar-se pela Endodontia"

O Mestre em Endodontia e speaker IOA, Mário Leonardi Neto, acredita que os avanços deixam os atendimentos mais rápidos e confortáveis



“Um profissional gosta daquilo que aprende a fazer e, infelizmente, muitos recém-formados saem da graduação com pouca prática na Endodontia”. Esse é o ponto de vista do mestre em Endodontia pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FO/USP), Mário Leonardi Neto, que acredita que os dentistas devem aproveitar os avanços na tecnologia para qualificar ainda mais os atendimentos na área. Para ele, um dos destaques é o uso de localizadores foraminais, com eficácia de até 95% e capazes de determinar o limite de preparo para um canal - reduzindo a quantidade de radiografias.

“Estamos cercados de técnicas e sistemas que facilitam o dia a dia. A Endodontia é a base fundamental da biologia, da ciência e do consultório, estando intimamente ligada à estética. Um dentista recém formado que domina a técnica para tratamento de canal de molar, por exemplo, vai se destacar no mercado de trabalho. Aliado às novas tecnologias, o profissional consegue realizar uma terapia mais rápida e eficaz, com maior conforto tanto para o profissional quanto ao paciente”, explica Leonardi, que é responsável por transformações de sorrisos em programas do SBT.

Os avanços na Endodontia nos últimos anos são marcantes, como a introdução de instrumentos super flexíveis, e tornam os procedimentos mais rápidos e confortáveis. Entre outras novas técnicas citadas pelo especialista estão sistemas mecanizados rotatórios e oscilatórios assimétricos (reciprocantes), mais seguros perante fratura, e ultrassons, aliadas à magnificação (microscópio operatório), que auxiliam em todo o tratamento, desde a abertura até a obturação, fundamentais para remoção de núcleos, irrigação, localização de canais calcificados, cirurgia parendodôntica e retratamentos, por exemplo. 

Para melhorar no diagnóstico, hoje as tomografias computadorizadas de feixe cônico estão mais acessíveis e precisas. Há também o emprego de material biocerâmico tanto para obturar quanto para acidentes e complicações (perfurações, reabsorções) com maior facilidade de aplicação.

As novas tecnologias e como apaixonar-se pela Endodontia, inclusive, foram tema da palestra ministrada por Mário Leonardi na inauguração do IOA Style, unidade referência da Rede em Balneário Camboriú, no mês de setembro. “Quando se fala em Endodontia, tanto os pacientes como os profissionais ficam receosos. O medo de perder um dente pode ser traumático para quem procura ajuda e influenciar na carreira do dentista. Vivemos num mundo de estética e inovações tecnológicas, que vão desde lentes de contato à harmonização orofacial. Mas o que acompanhamos bastante nos consultórios são os desgastes dos dentes devido a alguns procedimentos. Qual a finalidade de uma aparência bonita se o paciente sente dores?”, questiona.

Leonardi é um dos professores das capacitações ofertadas pela Rede IOA. O profissional dá 
aulas na especialização em Endodontia, que busca oferecer conhecimentos teóricos e práticos para prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamentos de doenças ligadas à especialidade.

Para saber mais sobre a especialização em Endodontia da Rede IOA entre em contato conosco ou deixe seu comentário.

Comentários