Tratamentos odontológicos: quais os mais comuns e como saber se você necessita deles


Da mesma forma como cuidamos de nossos corpos - seja por meio da prática de exercícios ou com visitas regulares ao médico -, também é fundamental manter a saúde bucal em dia. A falta dos devidos cuidados pode acarretar em problemas diversos que vão de cáries até necrose pulpar. Segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), uma em cada três pessoas possui algum tipo de prótese dentária; e uma em cada dez pessoas já perdeu todos os dentes.
Em face disto, é importante não apenas realizar uma higienização bucal adequada (que inclui a escovação e o uso do fio dental), mas também visitar um dentista regularmente.
Conheça abaixo os tratamentos odontológicos mais comuns e descubra se você necessita de algum deles!
Obturação
A obturação é uma restauração realizada em dentes cariados ou partidos, permitindo assim que ele retome sua forma e função normal. Devido à alta incidência de cárie na população brasileira, este é um dos procedimentos mais comuns nos consultórios odontológicos. Ao tratar o problema, o dentista necessita remover e limpar toda a área afetada, sendo necessário, então, realizar a obturação.
Se você possui um dente quebrado ou rachado, é importante consultar um especialista para realização do procedimento. Em casos de cáries, elas podem ser identificadas a partir dos seguintes sintomas: dor de dente, dor ou sensibilidade ao morder, orifícios nos dentes e coloração escura na superfície do dente.
Limpeza e remoção de tártaro
Tártaro (ou cálculo dental) é o termo usado para designar a placa bacteriana que endurece na superfície de nossos dentes, decorrente de resíduos alimentares e falta de higienização. Ele é facilmente visível, sendo identificado como uma camada amarelada ou amarronzada na base do dente.
Além da questão estética, o tártaro está ligado diretamente ao surgimento de cáries e problemas mais graves na gengiva. Por isso, é importante realizar a limpeza e remoção, além de manter uma boa higiene bucal com a utilização do fio dental.
Clareamento
O clareamento é o procedimento estético odontológico mais procurado pelos pacientes. Ele auxilia na remoção de manchas e coloração incomum, garantindo um sorriso mais branco.
Entre as principais causas de amarelamento nos dentes estão: cigarro, alimentos com corante, café, medicamentos e até mesmo fatores genéticos.
Tratamento de canal
O tratamento de canal visa cuidar de lesões na polpa do dente, as quais provocam a inflamação da raiz e têm como consequência uma dor intensa. Essas lesões, entre outros motivos, podem ser causadas por cáries não tratadas.
No tratamento de canal, o endodontista realiza a remoção dos tecidos infectados, restauração dos canais e reconstrução do dente. Embora muitos pacientes temam esse procedimento, ele é realizado com anestesia e não causa nenhum desconforto quando executado por um profissional competente.
Os sintomas que podem indicar a necessidade de um tratamento de canal são: dor de dente, sensibilidade a temperaturas quentes e frias, dor pulsátil, sensibilidade na mastigação e dor irradiada para outros dentes.
Implantes e próteses móveis
Os implantes e próteses têm como objetivo substituir dentes faltosos na boca, auxiliando o paciente na melhora da fala, mastigação, autoestima e mais. Assim, são indicados para pessoas que tenham perdido algum dente.
Os implantes são colocados no osso de sustentação dos dentes por meio de um pino de titânio, o qual é incorporado pelo tecido ósseo e permanece fixo na boca. A próteses móvel (ou dentadura), por sua vez, costuma ser indicada para a reposição de vários dentes, não sendo fixada e incorporada pelo tecido ósseo.
Faça seu tratamento na Rede IOA
O IOA é uma escola referência em ensino odontológico com unidades espalhadas por todo o Brasil. Além dos cursos de pós-graduação odontológica, a rede também realiza atendimentos clínicos com pacientes modelo, utilizando equipamentos modernos e profissionais altamente capacitados.
Saiba aqui as vantagens de ser um paciente modelo e participe dos processos de triagem em nossas escolas!

Comentários