Redes de educação mantêm crescimento e lucram 8,1% a mais no primeiro trimestre de 2019, aponta ABF




As redes de educação lucraram 8,1% a mais no primeiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período do ano interior. Divulgado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o dado mostra que o faturamento do setor entre janeiro e março deste ano foi de R$ 2,84 bilhões. Em 2018, esse valor foi equivalente a R$ 2,63 bilhões. O número de unidades também aumentou, crescendo 6,9% de 2018 para 2019.

Os números fazem da categoria a 6ª que mais lucrou e a 3ª que mais expandiu o número de unidades entre os 11 setores do franchising listados pela ABF. Além de se destacar entre as áreas, as redes de educação também têm superado o próprio desempenho ano após ano. Isso porque, do primeiro trimestre de 2017 para o mesmo período em 2018, o setor cresceu 0,3% em lucratividade e 1,5% em número de unidades - estatísticas superadas em janeiro, fevereiro e março de 2019.

O cenário revela que o setor é uma área propícia para investimentos. Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, os profissionais sentem, a cada dia, a necessidade de um diferencial para se destacar entre os demais. E, na área odontológica, essa ocorrência é ainda mais acentuada.

Segundo publicação do Conselho Federal de Odontologia (CFO), o Brasil é o país com mais dentistas no mundo, concentrando cerca de 19% dos profissionais da área. Isso corresponde a 1.495 dentistas por 1 milhão de habitantes, enquanto, de acordo com dados de 2015 do site Statista, essa proporção para Alemanha, Japão e França, países que também possuem grande quantidade de dentistas, é de 780, 750 e 680 profissionais a cada 1 milhão de habitantes, respectivamente.

Neste cenário, a pós-graduação em odontologia é uma forma eficiente de se obter diferenciação, pois possibilita ao profissional especializar-se em segmentos pouco explorados ou tornar-se referência em um serviço específico.

Para atender à demanda de dentistas capacitados e especializados, boas escolas de odontologia são necessárias. Visando oferecer um ensino odontológico premium a uma grande quantidade de profissionais, o Instituto Odontológico das Americas (IOA) possui unidades espalhadas pelo território nacional, além de uma unidade internacional. As escolas da rede estão em Balneário Camboriú (SC), Curitiba (PR), Joinville (SC), Criciúma (SC), Salvador (BA), Palmas (TO) e Miami, nos Estados Unidos. O IOA projeta, ainda, uma rápida expansão nos próximos meses, com previsão de unidades em todas as capitais brasileiras até o início de 2020.

Há duas décadas, cerca de 30 cursos são oferecidos a níveis de especialização, imersão e aperfeiçoamento. Além disso, pacientes que buscam tratamentos odontológicos de qualidade também são atendidos pelos profissionais, alunos e professores da rede, que se tornou referência em serviços de qualidade na odontologia.

O resultado está pautado em instalações modernas, projetadas nos mais rigorosos padrões de conforto e tecnologia para excelência no ensino. Que tal se tornar um empreendedor e investir em sua própria escola premium de ensino odontológico? Entre em contato com o IOA!

Comentários